A quem iremos Senhor? | Evangelho do Dia

0

Por Camila Vitor.

Já passou por um momento de raiva com alguém em que pensou “quantas palavras duras! Pra que tudo isso?” Seja numa discussão, numa brincadeira ou até mesmo numa bela bronca recebida?

Assim ficaram os discípulos depois que Jesus disse que sua carne era verdadeira comida e seu sangue verdadeira bebida (Jo 6,55).  Então Cristo lhes diz que seus ensinamentos vão além daquelas palavras, que pra segui-lo é preciso assemelhar-se a ele cada vez mais e que muito mais escandalizados ficariam eles quando “o Filho do homem subisse pra onde estava antes” (Jo 6,62)  já sabendo de sua morte e ascensão e ainda, quem o haveria de trair.

As palavras que Jesus diz são espírito e vida, já que Ele mesmo é espírito e vida. Porém nós somos só carne se não estamos com Deus, Ele é quem dá a vida, a carne não adianta nada (Jo 6, 63).  Em sua humanidade, os discípulos não vêem que Cristo os coloca em “xeque”; ou se decidam de vez pelas coisas do alto, ou continuam de forma superficial na vida que viviam.

Com essa dúvida, e com medo de fazer escolhas radicais na vida, muitos deixam seu caminho com Jesus, pois preferem a vida cômoda que já levavam antes, ao que Jesus diz “É por isso que vos disse: ninguém pode vir a mim a não ser que lhe seja concedido pelo Pai” (Jo 6,65). Quem tem fé forte, firmada na rocha, não se deixa enganar pelas escolhas do mundo, mas quem não mantém os olhos na cruz, logo se deixa levar pelas tentações e abandona o caminho de Cristo, que não é fácil, já que “o Filho do homem não tem onde recostar a cabeça” (Mt 8, 19) e a cada dia precisamos superar as barreiras da carne pra conhecer Sua glória.

Depois disso, Jesus ainda “prova” mais uma vez seus 12 discípulos, perguntando se algum deles também queria ir embora. Ele não obriga ninguém a segui-lo, deixa que o livre-arbítrio de cada um seja respeitado, mas alerta sempre sobre as consequências de cada escolha.

Pedro, entendendo bem o que cada ensinamento passa, olhando além da superfície que os demais enxergam, declara “A quem iremos Senhor? Tu tens palavras de vida eterna!” (Jo 6,69). Lembre do trecho da música do Toca de Assis, “onde estaria eu, se não fosse o Teu amor Senhor?” Pense um pouco em como estaria sua vida sem a misericórdia divina, onde você estaria agora? Acha mesmo que vale a pena renunciar a uma vida de glória e amor pelas escolhas da carne, do mundo?  Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mc 8,36)

Sobre o Autor

Para para contribuir com nossos trabalhos nos contate pelo e-mail comunicacao@setorjuventudesa.com.br.

Os comentários estão fechados.

Comente pelo Facebook