Festa da Apresentação do Senhor

0

Por Camila Vitor.

A festa da Apresentação do Senhor é bem antiga, e já houve tempo em que era celebrada em 14 de fevereiro, quarenta dias após a festa da Epifania (manifestação dos magos). Hoje celebramos sempre a 02 de fevereiro.

A apresentação, de acordo com a lei de Moisés (que Maria e José respeitavam), pode ser comparada ao batismo. Os pais levam a criança ao Templo, a fim de apresentá-la à Deus e integrá-la na sociedade, mas nesse caso, é o próprio Deus quem apresenta o seu Filho no templo.

A Liturgia da Festa (Lc 2,22-40) fala sobre o reconhecimento do Cristo pelos representantes dos povo que esperavam a vinda do Messias, reconhecendo-o naquele recém nascido.

Primeiramente, aparece o profeta Simeão, que já sabia que não morreria antes de conhecer o Messias, e reconhece que a esperança converge para aquele menino. Além disso, diz que a criança será um sinal de contradição, pois diante dele todos terão de tomar uma decisão. A luz, que é Cristo parte de Israel para o mundo, e nesse sentido, ele será causa de reerguimento para alguns e queda para outros, pois diante dele se revelarão as intenções dos corações. Foi Simeão também que profetizou a Maria que uma espada lhe transpassaria a alma (Lc 2,35), já antevendo a paixão de Cristo e as dores de sua mãe.

Havia ali também uma mulher chamada Ana, uma profetisa já muito idosa que ao ver o menino, começou a falar da salvação que todos os presentes esperavam.

Desse modo, é Deus que mais uma vez apresenta seu Filho ao mundo.  No dia de hoje é também celebrado o dia de Nossa Senhora das Candeias (ou Candelária), por que neste dia foi também Maria purificada no templo, como pedia o costume.

Sobre o Autor

Para para contribuir com nossos trabalhos nos contate pelo e-mail comunicacao@setorjuventudesa.com.br.

Os comentários estão fechados.

Comente pelo Facebook