Festa da Dedicação da Basílica de Latrão

0

Por Paulo Henrique Filho.

Celebramos hoje a dedicação da Basílica de São João de Latrão, umas da quatro basílicas papais.

Mas o que é a Basílica de Latrão e qual sua importância?

basilica-sao-joao-de-latrao-interior

Interior da Basílica de São João de Latrão

Quando o imperador Constantino libertou a Igreja das Catacumbas, ordenou que fosse  construída uma basílica ao lado do palácio Lateranense (por isso o nome “Latrão”) entre os anos de 314 a.c e 335 a.C.

Durante o pontificado do Papa Melquiades,e como o Santo Padre não tinha nenhuma sede fixa, então a Basílica o palácio Lateranese foram a sede da Igreja Católica no Mundo. Recebeu o nome “João” por causa do seu co-padroeiro, São João Batista.

Considerada a “Mãe de todas as Igrejas” e “cabeça de todas as Igrejas”, foi na Basílica de Latrão que aconteceram os cinco concílios ecumênicos. Tem como seu principal padroeiro O Santíssimo Salvador, por isso também seu nome é “Basílica do Santíssimo Salvador “ por ser a primeira sede da Santa Sé. E nela também há as Portas Santas, abertas no começo dos anos Santos, e no dia 13 de dezembro de 2015 será abertas suas portas para o início do jubileu do Ano da Misericórdia.

basilica-santa-maria-maior

Basílica de Santa Maria Maior

Também nesse texto lembramos da Basílica de Santa Maria Maior, cuja dedicação ocorre no dia 5 de agosto. Maior templo dedicado a Santíssima Virgem, Maria Mãe de Deus, a história dessa Igreja e cheia de revelações e fé.

No ano de 352 a.C, em Roma, vivia um fidalgo chamado João que tinha muitas riquezas,e queria fazer grandes obras para a Santa Sé mas não sabia o que fazer, até que um dia, em sonho, apareceu a ele a Virgem Maria e disse que construísse uma Igreja dedicada a ela em cima de um monte onde nevasse,ele achou estranho por que estava no meio do verão.

Na mesma noite,a Santíssima Virgem apareceu ao Papa Libério e ordenou que subisse ao monte Esquilino e onde estivesse com neve, lá ergueria uma Igreja.

No dia seguinte pela manhã, ambos foram lá e encontraram neve em um calor de mais de 40 graus e deram o nome da Igreja de “Santa Maria das Neves”. No ano de 440 a.C, após a conclusão do concílio de Éfeso onde se declarou o dogma da “maternidade divina da Virgem Maria” o Papa Xisto III quis erguer uma grande Igreja a Santa Maria em comemoração ao dogma, e no mesmo lugar da Igreja da Santa das Neves, e depois disso a nova basílica foi chamada de “Santa Maria Maior”.

Foi nesta basílica que foi construído o primeiro presépio que se tem informações e por isso também o nome de “Santa Maria do Presépio”, e lá que se tem os mais belos mosaicos de Nossa Senhora, como o da coroação e da dormição.

Que Santa Maria sempre ilumine a santa Igreja e que ela seja nossa guia para a Cristo Santíssimo Salvador Amém.

Sobre o Autor

Para para contribuir com nossos trabalhos nos contate pelo e-mail comunicacao@setorjuventudesa.com.br.

Os comentários estão fechados.

Comente pelo Facebook