São Caetano – 138 anos de história

0

Por Ágata Suzane

Você sabia que Frades Beneditinos fundaram o que hoje conhecemos como a Cidade de São Caetano do Sul?

A cidade de São Caetano do Sul está localizada na mesorregião metropolitana de São Paulo. Juntamente com os municípios de Santo André, São Bernardo, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra compõe as 7 cidades de nossa Diocese. Embora tenha se desenvolvido bastante economicamente, São Caetano do Sul não apresenta uma grande extensão (15 km²). É a única cidade do estado de São Paulo que não é cortada por nenhuma rodovia estadual ou federal. O local onde a cidade se estabeleceu é povoado desde o século XVI e se trata da mesma área na qual se formaram as cidades de Santo André e São Bernardo – designada em 1553 como Vila de Santo André da Borda do Campo. No século seguinte, alguns sítios da região foram doados ao Mosteiro de São Bento, da vila de São Paulo, e os padres beneditinos construíram no local uma capela dedicada a São Caetano di Thiène, santo que deu nome à cidade, na ocasião de sua emancipação, em 1948.

O começo da história de São Caetano do Sul está ligado ao descobrimento do Brasil. A Vila de Santo André, fundada por João Ramalho em 1553, mais tarde foi abandonada e acabou destruída em 1560. Era uma área habitada por fazendeiros, tropeiros e carreiros que trabalhavam no transporte de mercadorias entre o porto e o Planalto. Algumas das fazendas eram propriedade de bandeirantes. A História começa oficialmente com os frades beneditinos radicados no Brasil, que fundaram a Fazenda de São Caetano, nas terras de Tijucuçu. A partir de 1631, duas figuras participaram da formação patrimonial de São Caetano: O capitão Duarte Machado e esposa, que doaram à Ordem de São Bento, em São Paulo, as terras de Tijucuçu, e o bandeirante Fernão Dias Paes Leme, que, em 1671, doou 500 braças de terra aos beneditinos, enriquecendo o referido patrimônio. Forma-se, assim, a Fazenda São Caetano, cuja denominação é uma homenagem ao Santo da Divina Providência, muito cultuado pela Ordem. Até 1764, os frades administraram a fazenda, na qual construíram o marco da futura cidade e exigiram uma pequena capela, que originou o nome da cidade. Logo depois, o Governo Imperial adquiria as terras de São Caetano para instalar um dos Núcleos Coloniais, que objetivava incentivar a imigração europeia e, com isso, minorar os efeitos da evasão da mão-de-obra agrícola. O Núcleo da Fazenda São Caetano foi o primeiro a ser inaugurado. Em 29 de junho de 1877, algumas famílias de imigrantes embarcavam no porto de Gênova, na Europa, com destino ao Brasil. O primeiro grupo era de italianos (integrados por 28 famílias) que chegaram ao Núcleo Colonial em 28 de julho de 1877, dia então escolhido para o aniversário da cidade.

Fontes: http://www.objetivoscs.com.br/historia-de-sao-caetano-do-sul http://www.saocaetanodosul.com.br/hist.html http://www.abcdoabc.com.br/sao-caetano/institucional

Sobre o Autor

Os comentários estão fechados.

Comente pelo Facebook