Tempo Comum – Amadurecimento na Fé

0

Por Felipinho Moraes.

Após 50 dias de período Pascal, iniciamos hoje o Tempo Comum. Nas próximas 28 semanas celebraremos os Mistérios de Cristo e de nossa redenção. No Advento-Natal celebramos a encarnação do Verbo e na Quaresma-Páscoa a Paixão, Morte e Ressurreição. No Tempo Comum celebraremos a vida de nosso Senhor entre esses dois extremos.

O termo Comum mostra distinção do festivo. O Ano Litúrgico é como em nossa vida: há tempos de festa e tempos comuns. Ser chamado de Comum não faz dele menos importante, mas sim um tempo de muita atenção aos mistérios fundamentais da nossa fé.

Esse tempo tem 33 ou 34 semanas e é dividido em duas partes. A primeira parte se dá após o Batismo do Senhor e termina com o início da Quaresma (fase que já vivemos esse ano). Já a segunda parte inicia-se após o Pentecostes e se encerra com o início do Advento, após a festa de Cristo Rei (essa começamos a viver hoje).

Utilizaremos a cor verde. Essa cor simboliza a esperança, a paz e a serenidade. Nos indica que é tempo de crescimento e amadurecimento na fé. Somos como uma fruta verde, precisamos nos tornar maduros; é nesse tempo que devemos buscar isso com mais intensidade.

O Mistério de Cristo é celebrado em sua totalidade nesse tempo: vinda, vida, paixão, morte, ressurreição e ascensão. Não celebramos apenas um aspecto isolado, mas todo o Mistério de Cristo ou o conjunto da História da Salvação. A totalidade do Mistério de Cristo é celebrado em cada Domingo, o Dia do Senhor.

O que caracteriza cada Dia do Senhor no Tempo Comum é o Evangelho. O Mistério de Cristo é revelado a cada domingo e vamos aprofundando nossas vidas no plano de redenção feito para nós.

Em alguns domingos, a memória da missão de Jesus dá espaço para celebração de alguns mistérios específicos da vida e natureza do Senhor: Santíssima Trindade, São Pedro e São Paulo, Assunção de Maria, Todos os Santos. E também as algumas festas quando caírem no domingo: Apresentação do Senhor, Transfiguração do Senhor, Natividade de João Batista, Exaltação da Santa Cruz, Comemoração de todos os fiéis defuntos.

Sobre o Autor

Para para contribuir com nossos trabalhos nos contate pelo e-mail comunicacao@setorjuventudesa.com.br.

Os comentários estão fechados.

Comente pelo Facebook